O mercado automotivo vem trazendo uma série de lançamentos focados na produção de menos poluentes nocivos à natureza. Entre eles estão os carros híbridos e elétricos. 

Por contarem com tecnologias ainda muito recentes, esses tipos de veículos ainda são uma incógnita para muitas pessoas. Dúvidas sobre seu funcionamento, eficiência e manutenção são frequentes. Nós vamos responder a algumas delas no texto abaixo. Continue a leitura e descubra qual é a melhor opção, híbrido ou elétrico. 

Carro híbrido

Como o próprio nome já diz, os modelos híbridos contam com dois tipos distintos de motor, um elétrico e outro a combustão, como nos carros convencionais. 

Seu funcionamento se dá através de uma central eletrônica que fica responsável por acionar o motor que será utilizado para tracionar as rodas. Portanto, o híbrido pode rodar apenas com o motor elétrico em determinadas condições, apenas com o motor de combustão ou com ambos com objetivo de gerar mais potência. 

Geralmente, o motor elétrico em veículos híbridos é acionado por uma bateria que é recarregada durante a regeneração de energia, ou seja, quando há frenagem ou desaceleração. 

No entanto, essa bateria não possui grande capacidade, permitindo que o carro rode apenas alguns quilômetros com essa configuração. 


Principais vantagens e desvantagens de carros híbridos 

A grande vantagem dos carros híbridos é, com certeza, a economia de combustível. Isso porque a cada quilômetro rodado com a bateria, aproveita-se de uma energia que é jogada fora nos modelos convencionais, ganhando assim mais eficiência.

Além disso, em geral, eles não precisam de recarga e contam com um desempenho superior em congestionamentos. Sua manutenção costuma ser semelhante a de um carro convencional. 

Sua desvantagem em comparação com o carro elétrico é o fato de ele ainda emitir poluentes, mesmo que em menor quantidade em relação aos veículos normais. 

Carro elétrico

Os carros elétricos são o que há de mais moderno no mercado automotivo, contudo, ainda são menos convencionais aqui no Brasil. 

Esse tipo de veículo funciona de forma 100% elétrica, através de energias armazenadas em baterias, que geralmente são feitas de íons de lítio. Portanto, nesse caso, o único combustível necessário para fazer o carro rodar é a eletricidade.  

Para abastecê-lo, basta conectar um cabo no veículo e ligá-lo em alguma tomada, geralmente de 110v. Geralmente, esses modelos rodam cerca de 300 a 400 km antes da recarga, conferindo-lhe uma razoável autonomia. 


Principais vantagens e desvantagens de carros elétricos 

Carros elétricos contam com duas grandes vantagens, a primeira é a redução considerável no valor gasto com combustível (nesse caso o gasto seria com energia), além do fato deles possuírem um funcionamento “limpo”. 

Em relação aos gastos, um estudo realizado pelo site Luz Solar apontou que ao rodar cerca de 150km por dia com um carro elétrico, o proprietário terá um gasto de R$370,50 mensais, quase 80% menos do que em comparação ao que ele pagaria com gasolina no mesmo período. 

O modelo é amigável ao meio ambiente uma vez que não há emissão de gases como CO2 ou monóxido de carbono, que contribuem para a poluição atmosférica e com o efeito estufa.

Outra vantagem dos carros elétricos é o baixo valor de manutenção, uma vez que sem o motor à combustão, uma série de reparos são dispensados, como trocas de óleo, por exemplo. 

A desvantagem desses modelos pode ser a dificuldade para a recarga, que pode ser um desafio de ser realizada na estrada. Além disso, esses modelos geralmente precisam de um longo período para serem recarregados, cerca de 6 a 12 horas.  

EQC 400: primeiro Mercedes-Benz 100% elétrico disponível no Brasil.

O novo Mercedes-Benz EQC é um SUV puramente elétrico com muito espaço e conforto. Até que você acelere. Neste momento ele vira um carro esportivo. 

O torque total está disponível já na partida do veículo e arremessa o EQC vertiginosamente para a frente. Esta é a diferença entre a tração puramente elétrica e as normais, de motores a gasolina ou diesel. O resultado é uma dinâmica de condução completamente nova e fascinante.

Design luxuoso

O novo EQC tem uma estética própria, de vanguarda. A personificação do luxo moderno. As linhas claras, sensuais e extremamente sóbrias deixam claro logo de cara: este só pode ser o Mercedes-Benz  entre os veículos elétricos.


Características

  • Autonomia: 421 km

  • Velocidade máxima: 180 km/h

  • Potência: 408 HP

  • Torque: 760 Nm